Louvai e bendizei ao meu Senhor,e dai-lhe graças. Servi-o em grande humildade.

Louvai e bendizei ao meu Senhor,e dai-lhe graças. Servi-o em grande humildade.
Louvai e bendizei ao meu Senhor,e dai-lhe graças. Servi-o em grande humildade.

domingo, 27 de novembro de 2011

O Advento do Cristo Esperado nos prepara para o Cristo In-esperado.




Paz e Bem e bom Domingo a todos !

Começamos hoje o período do Advento que irá se prolongar até o Natal do Senhor.

Na leitura do Evangelho de hoje, temos a passagem de Marcos 13,33-37, onde o Senhor nos pede para vigiar porquanto o Senhor voltará e não nos deve encontrar dormindo.

Fazendo um paralelo entre o Advento do Senhor que já veio e que há-de vir (parusia), nos encontramos diante do mesmo Cristo, o que era esperado e veio no Natal e o Cristo inesperado, o que pode voltar a qualquer momento.

Esse tema é difícil quando nos confrontamos com tantas crenças arrebatadoras, que marcam para depois de amanhã a volta de Jesus e nada de Jesus voltar.

Outros ganham rios de dinheiro prometendo lugares nas nuvens arrebatatórias, cujo bilhete de entrada é o custo do total domínio de suas consciências criticas.

O fato é que a segunda vinda do Cristo é um mistério escatológico que escapa ao nosso entendimento, é uma Fé que se baseia na Esperança, mas que deve ser vivida na Caridade, conforme lemos Domingo passado em Mateus 25, 31-46.

O Senhor, quando voltar, não nos perguntará quantos versículos decoramos, ou o quanto demos em dinheiro para nossas igrejas, ou o quanto de adeptos arrumamos para nossas formas de pensar.

Ele nos pedirá contas é do amor que demos, ou não demos, aos pequenos deste mundo.

Mas essa “casa” para a qual o Senhor retornará, é nossa vida, e esse retorno de Jesus para nossa vida é o retorno Daquele que é inesperado, porque Deus age inesperadamente.

Ele agiu assim, inesperadamente, com Abraão, com Moisés, com Noé, com todos os Profetas, Reis, com Maria Santíssima, com os Apóstolos, com todos que, repentinamente, tiveram suas vidas transformadas pela chegada de Deus nelas.

Um Deus que não avisou que chegaria, mas certamente chegou e transformou tudo em todos eles.

Assim eu vejo a volta de Jesus, como um retorno do Mesmo , a volta de Deus que nunca esteve ausente, porque está sempre aqui, no nosso agora, porque Ele é Emmanuel, que significa Deus conosco.

Mas se não vigiarmos nossa casa, se dormirmos, então perderemos o Inesperado.

Vigiar é orar!

Você vigia a sua casa ou adormeceu sua Esperança?

Deus, in adiutórium meum inténde. Dómine, ad adiuvándum me festína.


Frei Bento , frade menor e pecador

Um comentário:

  1. Frei Bento.... vc esta sumido... o que aconteceu

    ResponderExcluir